Galeria da Accademia e o David de Michelangelo

Panorâmica

Situada no coração da cidade, a Galeria da Accademia contém exemplos de esculturas e pinturas de grandes artistas florentinos do XIV e XV séculos que fizeram de Florença capital da arte.

Foi fundada em 1784 a mando de Granduca Pietro Leopoldo de Lorena para que os alunos da Accademia delle Belle Arti tivessem a oportunidade de aprofundar seus estudos observando as obras de arte expostas no local.

A estátua de David chegou a Galeria em 1873 para ser protegida das intempérias de onde estava exposta até então. Só em 1882 a obra de arte de Michelangelo conquistou seu espaço na Tribuna projetada especialmente para ela por Emilio de' Fabris. Com o tempo a Galeria Accademia conquistou fama com esculturas de Michelangelo e enriquesseu cada vez mais com esculturas e pinturas de artistas mais ou menos famosos que deram título a Florença de capital da arte. Por volta de 1980 a Galeria enriquesseu ainda mais com uma Gipsoteca colocada no Salone dell'Ottocento.

A Galeria é formada por dois andares, o terreo, sem dúvida, é o mais famoso e o mais admirado. O percurso começa pela sala do Anticolosso, onde atualmente encontra-se o original em gesso do Ratto delle Sabine de Giambologna (1582). Maravilhas como o Cristo in Pietá de Andrea del Sarto e a Deposizione della Croce di Filippo Lippi, são pinturas sacras que cobrem as paredes e encantam os visitantes. Desta sala tem-se acesso a Galeria dei Prigioni, um corredor com uma série de esculturas expostas não terminadas por Michelangelo: as emoções se intensificam diante de enormes pedaços de pedras de onde o artista tem incrível capacidade de trasformar em formas vivas como se estivesse livrando um prisioneiro da matéria prima usada.

Entre estas famosas esculturas podemos observar a Pietá da Palestrina, colocada na Galeria em 1940. A obra de arte tem dimenções  fora do comum e foi atribuida a Michelangelo para poupar o escultor do falimento grave na realização da escultura. Na tribuna encontra-se o inconfundível David de Michelangelo, simbolo da cidade de Florença desde o tempo da família de´Medici. A estátua representa o personagem biblico a espera de lutar com o Gigante Golia. Nos dois corredores laterais da tribuna encontram-se exemplos de arte florentina de 1500: pinturas sacras com cores fortes e cupas como a Disputa sull' Immacolata Concezione de Carlo Portelli.

No final do corredor esquerdo da tribuna de David (Salone dell´Ottocento), foi criada uma Gipsoteca, assim chamada em homenagem a Lorenzo Bartolini (1777-1850). A Galeria de gessos foi aberta ao público só em 1985. Destacam-se cerca de 300 bustos realizados pelo retratista Bartolini que retraem a imagem de representantes da alta burguesia e demonstram a abilidade manual do artista. O tema mitológico é bem exemplificado pelas obras: Voto dell´innocenza, Venere, etc.

O percurso termina com as salas Bizantinas, onde encontram-se exemplos de pinturas florentinas da primeira metade de 1300. Na primeira das três salas é "L´Albero della vita" (ilustração do texto leterário "Lignum Vitae"(S. Bonaventura))  a chamar a atenção, realizado por Pacino di Bonaguida que na obra representou episódios da vida de Cristo, dos Santos e história da Gênesis. Na segunda sala podem-se admirar as "Formelle" pintadas por Taddeo Gaddi em torno de 1330 para decorar um armário reliquiário da Basilica de Santa Croce. Por fim a sala dedicada a Andrea, Nardo e Jacopo di Cione, os três irmãos Orcagna cuja pinturas sacras representam o periodo de 1300 em Florença.

As quatro salas do primeiro andar foram abertas ao público em 1985. Na primeira encontram-se pinturas de Giovanni da Milano e outros pintores florentinos. Na segunda temos exemplos de pinturas florentinas da segunda metade de 1300, entre as quais cores fortes e cupas de Andrea Orcagna. A terceira sala expõe uma seleção de obras de Lorenzo Monaco (1370-1423), famoso pintor e miniaturista. Na quarta e última sala temos exemplos de pintura Tardogótica florentina nas ilustrações de Lorenzo Monaco e do Gótico internacional com Gherardo Starnina  e outros artistas contemporâneos.

Panorâmica

A entrada na Galeria Accademia é permitida em turnos de 15 minutos! * Se você deseja admirar obras de arte na Galeria Uffizi e o David de Michelangelo na Galeria Accademia no mesmo dia, há possibilidade de reservar um pacote Combo "Galeria Uffizi e Galeria da Accademia em um Dia" com desconto! Com esta nova promoção você economizará 40% da tarifa na reserva online.

O QUE VOCÊ PRECISA SABER ANTES DE RESERVAR

IMPORTANTE: após ter completado seu pedido com sucesso, você receberá dois e-mails: o primeiro (imediatamente após a reserva) será a copia de seu pedido e o segundo (um dia útil após a reserva ou na Segunda-feira se o pedido for feito na Sexta-feira ou final de semana) com o Voucher de Confirmação que deverá ser imprimido e apresentado ao museu 15 minutos antes do horário confirmado. Favor completar corretamente o formulário com enderço e-mail e verificar que os filtros anti-spam e antivírus não estejam bloqueando o correio eletrônico do nosso endereço [email protected] Especial atenção aos usuários de AOL e Sbcglobal.net. O voucher de confirmação estará disponível em sua conta um dia útil após o pedido.

ATENÇÃO: se o horário selecionado não estiver disponível, será confirmado automaticamente o horário mais próximo na mesma data. Os ingressos serão confirmados segundo disponibilidade do museu.

Galeria da Academia

Situada no coração da cidade, a Galeria da Accademia contém exemplos de esculturas e pinturas de grandes artistas florentinos do XIV e XV séculos que fizeram de Florença capital da arte.

Foi fundada em 1784 a mando de Granduca Pietro Leopoldo de Lorena para que os alunos da Accademia delle Belle Arti tivessem a oportunidade de aprofundar seus estudos observando as obras de arte expostas no local.

A estátua de David chegou a Galeria em 1873 para ser protegida das intempérias de onde estava exposta até então. Só em 1882 a obra de arte de Michelangelo conquistou seu espaço na Tribuna projetada especialmente para ela por Emilio de\' Fabris. Com o tempo a Galeria Accademia conquistou fama com esculturas de Michelangelo e enriquesseu cada vez mais com esculturas e pinturas de artistas mais ou menos famosos que deram título a Florença de capital da arte. Por volta de 1980 a Galeria enriquesseu ainda mais com uma Gipsoteca colocada no Salone dell\'Ottocento.

A Galeria é formada por dois andares, o terreo, sem dúvida, é o mais famoso e o mais admirado. O percurso começa pela sala do Anticolosso, onde atualmente encontra-se o original em gesso do Ratto delle Sabine de Giambologna (1582). Maravilhas como o Cristo in Pietá de Andrea del Sarto e a Deposizione della Croce di Filippo Lippi, são pinturas sacras que cobrem as paredes e encantam os visitantes. Desta sala tem-se acesso a Galeria dei Prigioni, um corredor com uma série de esculturas expostas não terminadas por Michelangelo: as emoções se intensificam diante de enormes pedaços de pedras de onde o artista tem incrível capacidade de trasformar em formas vivas como se estivesse livrando um prisioneiro da matéria prima usada.

Entre estas famosas esculturas podemos observar a Pietá da Palestrina, colocada na Galeria em 1940. A obra de arte tem dimenções  fora do comum e foi atribuida a Michelangelo para poupar o escultor do falimento grave na realização da escultura. Na tribuna encontra-se o inconfundível David de Michelangelo, simbolo da cidade de Florença desde o tempo da família de´Medici. A estátua representa o personagem biblico a espera de lutar com o Gigante Golia. Nos dois corredores laterais da tribuna encontram-se exemplos de arte florentina de 1500: pinturas sacras com cores fortes e cupas como a Disputa sull\' Immacolata Concezione de Carlo Portelli.

No final do corredor esquerdo da tribuna de David (Salone dell´Ottocento), foi criada uma Gipsoteca, assim chamada em homenagem a Lorenzo Bartolini (1777-1850). A Galeria de gessos foi aberta ao público só em 1985. Destacam-se cerca de 300 bustos realizados pelo retratista Bartolini que retraem a imagem de representantes da alta burguesia e demonstram a abilidade manual do artista. O tema mitológico é bem exemplificado pelas obras: Voto dell´innocenza, Venere, etc.

O percurso termina com as salas Bizantinas, onde encontram-se exemplos de pinturas florentinas da primeira metade de 1300. Na primeira das três salas é "L´Albero della vita" (ilustração do texto leterário "Lignum Vitae"(S. Bonaventura))  a chamar a atenção, realizado por Pacino di Bonaguida que na obra representou episódios da vida de Cristo, dos Santos e história da Gênesis. Na segunda sala podem-se admirar as "Formelle" pintadas por Taddeo Gaddi em torno de 1330 para decorar um armário reliquiário da Basilica de Santa Croce. Por fim a sala dedicada a Andrea, Nardo e Jacopo di Cione, os três irmãos Orcagna cuja pinturas sacras representam o periodo de 1300 em Florença.

As quatro salas do primeiro andar foram abertas ao público em 1985. Na primeira encontram-se pinturas de Giovanni da Milano e outros pintores florentinos. Na segunda temos exemplos de pinturas florentinas da segunda metade de 1300, entre as quais cores fortes e cupas de Andrea Orcagna. A terceira sala expõe uma seleção de obras de Lorenzo Monaco (1370-1423), famoso pintor e miniaturista. Na quarta e última sala temos exemplos de pintura Tardogótica florentina nas ilustrações de Lorenzo Monaco e do Gótico internacional com Gherardo Starnina  e outros artistas contemporâneos.

 

Regulamento para o acesso e visita da Galeria Accademia

O bilhete deverá ser conservado durante toda a permanência no museu.

Por motivos de segurança, o acesso será controlado com metal detector onde serão sequestrados objetos considerados perigosos como facas. Será proibida a entrada com armas (mesmo em pocesso de porte regular de armas).

Não são permitidos animais di de nenhum tipo, com excessões aos cães guia para deficientes visuais, servicedog para assistência a deficientes e animais domesticos, com atestado de suporte para curas terapeuticas (pet therapy) com certificações de médicos de estruturas sanitáris públicas.

I os visitantes menores de 12 anos deverão ser acompanhados por um maior de idade.

A Galeria não possue uma chapelaria portanto não é permitida a entrada com bagagens, mochilas grandes, capacetes e qualquer outro objeto e tenha medidas superiores a 40x30x18 cm.

Telefones celulares deverão permanecer desligados ou em modalidade silenciosa.

Na parte interna da Galeria éproibido:

  • fumar (comprese le sigarette elettroniche)
  • fotografar com uso de flash , com selfie stick e equipamentos voluminosos
  • introduzir bebidas de qualquer tipo (incluindo latinhas e/ou garrafas de vidro) exceto àgua em garrafas de plástico com quantidade não superior a 0.5l
  • consumir alimentos durante o percurso museal
  • sentar-se no piso ou nas escadas
  • introduzir guarda-chuvas, que deverão ser depositados no local reservado
  • manter um comportamento que possa colocar em risco a segurança das obras de arte e visitantes da galeria
  • tocar obras de arte ou aproximar-se com objetos que possam danifica-las
  • escrever ou sujar os muros
  • desenhar utilizando tintas, canetinhas, giz ou outros materiais que não sejam suporte digital ou lápis
  • abandonar lixo fora dos recipientes apropriados presentes no bookshop e na saída
  • apoiar-se nas bases de esculturas e paredes, ficar em pé nos bancos e cadeiras
  • correr no museu
  • gritar ou falar em voz alta
  • não respeitar a sinalização do museu e as indicações do pessoal responsável da sala
  • vestir roupas não apropriadas para o local (roupa de banho, mini saias, regatas, etc.)
  • ficar descalço e com peito nu
  • assumir comportamentos não adeguados (como pentear-se, maquiar-sei, trocar de sapatos, trocar fraldas de crianças, etc.)
Cada sala será controlada por um assistente museal, com identificação e uniforme, que será responsável pela segurança e controle que os visitantes respeitem as regras e as obras de arte expostas. Se necessário, são autorizados à pedir para os visitantes não adeguados que possam colocar em perigo as obras ou outros visitantes, que se retirem.

Comportamento em caso de emergência
Em caso de alarme e/ou de emergência, os visitantes deverão seguir a sinalização e indicações do pessoal de sala. Em caso de evacuação, todos os visitantes deverão proceder com calma e ordem, seguindo o pessoal preposto.

Regras especiais para grupos que visitam a Galeria da Accademia


Grupos:

Os grupos não poderam superar o número máximo de  25 pessoas no periodo que vai do mês de outubro ao mês de fevereiro e de 20 pessoas no periodo que vai do mês de março ao mês de setembro.

Na parte interna da Galeria da Accademia é permitido o exercício da profissão de guia turístico exclusivamente por guias profissionais autorizados pelas normativas vigentes, quais não deverão nunca esquecer que são hospedes e deverão manter um comportamento adeguado.

Com objetivo de mater silêncio na parte interna do museu, com efeito a partir de 1 de fevereiro de 2019, será obrigatório, para os grupos, incluindo os escolares, a partir de oito pessoas, incluindo guia, a dotação de aparelhos silênciadores (whisper); que poderão ser alugados na parte interna do Museu. Serão excluidos desta disposição as seguites categorias:

  • crianças até o final da escola primária
  • pessoas portadores de deficiência
  • visitas institucionais
  • grupos escolares que efetuarão visitas assistidas pelos operadores do Departamento da Galeria da Accademia de Florença
  • os grupos autorizados pela Direção, introduzidos por motivo de estudos Universitário
  • grupos segundo os quais por motivos didáticos deverão realizar a visita com diálogos entre os participantes, com especifica autorização da Direção com prévio pedido anticiapado
E’proibido utilizar pontateiros a laser para indicar as obras de arte.
Escolas públicas e paritárias da União Européia:

As escolas públicas e paritárias da União Européia terão ingresso gratuito aos museus estaduais de Florença prévia reserva diretamente com o revendedor oficial.

Serviço de aluguel de fones de ouvido

É possivel reservar fones de ouvido online para visita a Galeria da Accademia após ter selecionado data, hora e número de ingressos.

Os fones de ouvido estão disponíveis em italiano, inglês, francês, alemão e espanhol.

A duração do percurso guiado é de aproximadamente 75 minutos. O serviço fornece uma seleção das obras mais importantes da Galeria; o visitante seleciona a sala desejada e será guiado sobre as relativas obras.

Junto ao voucher de visita do museu você receberá o voucher para o retiro do fone de ouvido. Favor apresentar com um documento original (passaporte, identidade ou carteira de motorista) no guichê reservado a este serviço, o bookshop colocado em frente a bilheteria.

 

Horário de abertura - Galeria da Accademia

de Terça-feira a Domingo das 08:15 às 18:50. Fechado na Segunda-feira.
Abertura extraordinária noturna:

  • as terças-feiras e quintas-feiras de 4 de junho a 26 de setembro, das 19:00 h às 22:00 h (último horário de entrada: 20:30 h)

Categorias de preços

Ingresso inteiro

Ingresso reduzido: cidadões da União Européia de idade entre 18 e 25 anos (com apresentação de documento de identidade).

Ingresso gratuito: Crianças menores de 18 anos de qualquer nacionalidade (visitantes menores de 12 anos deverão ser acompanhados). Professores de escolas estaduais italianas com encargo a tempo indeterminado (com apresentação de documentação idonea). Docentes ou estudantes das Faculdades de Arquitetura, de Conservação dos Bens Culturais, de Ciências da Formação e dos cursos de formação em Letras ou matérias leterárias com especialização em Archeologia ou História-Artística, para Faculdade de Letras e Filosofia (os estudantes devem apresentar o certificado de iscrição do ano que está cursando), docentes e estudantes da Accademia delle Belle Arti (os estudantes devem apresentar o certificado de inscrição do ano que está cursando). Guias turísticos que exercem sua profissão (devem exibir autorização válida aprovada pelas autoridades). Empregados do Ministério dos os Bens e Atividades Culturais, membros do ICOM (International Council of Museums). Por motivos de pesquisas, atestadas por istituções escolares ou universitárias, de academias ou istitutos de pesquisa ou cultura, italianos ou estrangeiros, por orgãos do Ministério dos Bens e Atividades Culturais, ou seja por necessidades especiais, as autoridades do museo podem aprovar a entrada gratuita por periodos determinados.

Em ocasião do Dia Internacional da Mulher, dia 8 de Março de 2017, o acesso para mulheres aos Museus e Sitos Culturais Estaduais serão gratuitos.

Entrada gratuita no primeiro domingo de cada mês

Escolas: entrada franca, as reservas devem ser feitas diretamente com o museu.

O custo do serviço e o custo de eventuais exposições são obrigatórios mesmo para ingressos reduzidos, gratuitos e dias de visitas gratuitas. Ao apresentar-se ao museu será pedido um documento de identificação para justificar eventuais reduções de preço.

Política de cancelamento

Para cancelamentos após ter recebido voucher con relativo código de confirmação e para no show, podemos reembolsar o custo do ingresso não utilizado menos o custo do serviço (pré venda e reserva online).

Detalhes do preço

horário

Share this Service